Nota10.03

 

A TV Bahia completa 32 anos de existência neste dia 10 de março e como presente pela data especial, a emissora se prepara para entrar na era digital e transmitir imagem e som de alta definição para todo o estado baiano, a partir de julho. “É um aniversário especial, pois entramos em um novo ciclo, agradecendo ao sinal analógico que nos trouxe até aqui e dando às boas-vindas à era 100% digital”, comemora ACM Junior, presidente da Rede Bahia.

A TV Bahia foi a primeira das regiões Norte e Nordeste a transmitir sua programação com sinal digital (HDTV), em dezembro de 2008. Desde então, o canal tem investido fortemente em captação e produção de conteúdo em alta definição, bem como ampliação da sua área de cobertura digital, que atingiu no final do ano passado 76% da população e 86% do IPC (Índice de Potencial de Consumo do estado).

Com seis emissoras afiliadas à Rede Globo – TV Bahia em Salvador, TV Oeste em Barreiras, TV Santa Cruz em Itabuna, TV São Francisco em Juazeiro, TV Subaé em Feira de Santana e TV Sudoeste em Vitória da Conquista – a Rede Bahia de Televisão está entre as maiores do país. Em 2016, a emissora encerrou novamente como a preferida entre os baianos, liderando a audiência em 91% dos minutos do ano.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota28.10

 

Na Bahia, o desligamento analógico se inicia em 26 de julho do próximo ano. Junto à capital, Salvador, outros 19 municípios passam pelo processo. São eles: Aratuípe, Cairu, Camaçari, Candeias, Dias D'Ávila, Itaparica, Jaguaripe, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Maragogipe, Nazaré, Salinas da Margarida, Santo Amaro, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Saubara, Simões Filho, Terra Nova e Vera Cruz.

Afiliada da Rede Globo nas regiões Norte e Nordeste do País, a TV Bahia já se prepara para a chegada da era digital. Um novo transmissor já foi adquirido e um projeto de reforços de sinais em Salvador e região metropolitana está sendo estudado. O investimento total pode chegar a R$ 3 milhões.

Segundo Márcio Cardoso, gerente de Engenharia da emissora, a mudança significa uma evolução na maneira como a televisão chega às pessoas. “Isso é um avanço que proporciona melhor qualidade de som e imagem, e menos ruídos”.

Para ter acesso à transmissão digital, deve ser observado se já possui uma antena que recepcione o sinal ou televisor com conversor embutido. Caso a TV não tenha um conversor digital – ou setup box –, será necessário comprá-lo. Quem ainda assiste TV pelo sinal analógico recebe avisos na tela sobre a transição do sinal, que se tornam mais frequentes à medida em que a data da mudança se aproxima.

De acordo com o Ministério das Comunicações, as famílias beneficiárias do Bolsa Família vão receber gratuitamente conversores de sinal digital para que não fiquem sem ter a programação.

Publicado em NOTÍCIAS