Nota28.10

 

Na Bahia, o desligamento analógico se inicia em 26 de julho do próximo ano. Junto à capital, Salvador, outros 19 municípios passam pelo processo. São eles: Aratuípe, Cairu, Camaçari, Candeias, Dias D'Ávila, Itaparica, Jaguaripe, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Maragogipe, Nazaré, Salinas da Margarida, Santo Amaro, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Saubara, Simões Filho, Terra Nova e Vera Cruz.

Afiliada da Rede Globo nas regiões Norte e Nordeste do País, a TV Bahia já se prepara para a chegada da era digital. Um novo transmissor já foi adquirido e um projeto de reforços de sinais em Salvador e região metropolitana está sendo estudado. O investimento total pode chegar a R$ 3 milhões.

Segundo Márcio Cardoso, gerente de Engenharia da emissora, a mudança significa uma evolução na maneira como a televisão chega às pessoas. “Isso é um avanço que proporciona melhor qualidade de som e imagem, e menos ruídos”.

Para ter acesso à transmissão digital, deve ser observado se já possui uma antena que recepcione o sinal ou televisor com conversor embutido. Caso a TV não tenha um conversor digital – ou setup box –, será necessário comprá-lo. Quem ainda assiste TV pelo sinal analógico recebe avisos na tela sobre a transição do sinal, que se tornam mais frequentes à medida em que a data da mudança se aproxima.

De acordo com o Ministério das Comunicações, as famílias beneficiárias do Bolsa Família vão receber gratuitamente conversores de sinal digital para que não fiquem sem ter a programação.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota26.10

 

O Gired (Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV) – formado por Anatel, Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), e representantes de radiodifusores e empresas de comunicação – decidiu adiar a obrigatoriedade do desligamento da TV analógica em Brasília para o dia 17 de novembro. Na prática, a mudança permite que as emissoras desliguem o sinal na data que preferirem, entre 26 de outubro e 17 de novembro.

A decisão foi tomada em função do não atingimento dos percentuais mínimos de domicílios aptos a receber o sinal da TV digital. A mais recente pesquisa Ibope apontou para um percentual de 89% dos domicílios aptos, chegando a 90% na projeção. Mas pelos critérios das emissoras de TV, o percentual ficou em 87%. Ficou aberta, entretanto, a possibilidade de que os radiodifusores façam o desligamento voluntário antes da data, especialmente as retransmissoras. Essa possibilidade será negociada diretamente entre o MCTIC e as emissoras de TV.

Em Brasília/DF, o desligamento do sinal analógico envolve 25 canais diferentes, sendo 13 geradores e 12 retransmissores. Famílias de baixa renda (até três salários mínimos ou meio salário mínimo per capita), que são atendidas por programas sociais, têm direito a receber gratuitamente os conversores, máquinas de adaptação dos aparelhos de TV antigos para o novo sinal. De acordo com a Anatel, 90 mil equipamentos para esse grupo ainda estão disponíveis.

 

*Matéria atualizada em 26/10, às 13h34

Publicado em NOTÍCIAS

Nota25.10

 

Em 25 de outubro de 2017, o sinal analógico de TV aberta será desligado em diversas cidades do Rio de Janeiro e as transmissões dos canais serão feitas apenas por meio digital, que proporciona imagem e som de melhor qualidade, livre de chiados, chuviscos e fantasmas.

Além da capital carioca, a era do sinal digital chega a outros 18 municípios do estado: Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Petrópolis, Queimados, São Gonçalo, São João de Meriti, Seropédica e Tanguá.

Durante o período de transição, os telespectadores passam a ver um sinal com a letra “A” em seus televisores, indicando que o sinal da TV é analógico. Com a proximidade do prazo para a migração do sinal, a letra “A” será veiculada com maior frequência. Dois meses antes do prazo, a indicação permanece fixa na tela.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota21.10

 

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) publicou no Diário Oficial da União a Portaria no 4.294, de 18 de outubro de 2016, que permite a veiculação de material informativo voltado a orientar a população acerca das características e benefícios do sinal digital.

As entidades outorgadas para execução dos serviços de radiodifusão de sons e imagens e de retransmissão de televisão, que utilizam a tecnologia digital, podem veicular material informativo, relacionado à tecnologia, distinto do veiculado em tecnologia analógica.

Ou seja, quando houver campanha sobre o desligamento do sinal analógico na transmissão analógica, neste mesmo momento pode ser substituído por material informativo relacionado à tecnologia digital em sua transmissão digital, como, por exemplo, vídeos informativos sobre ressintonia de canais.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota20.10

 

Apesar de o cronograma apontar o desligamento do sinal analógico para 26 de julho de 2017, boa parte da região metropolitana de Belo Horizonte já recebe, antecipadamente, o sinal digital da Globo Minas.

Junto à capital mineira, os moradores de Betim, Caeté, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Ibirité, Igarapé, Itabira, João Monlevade, Lagoa Santa, Manhuaçu, Mário Campos, Nova Lima, Pedro Leopoldo, Ponte Nova, Prudente de Morais, Santa Bárbara, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, Sarzedo, Sete Lagoas, Ribeirão das Neves e Vespasiano conseguem assistir à programação da emissora com imagem e som em alta definição (HD).

Para esclarecer dúvidas sobre a instalação de conversores digitais e antenas UHF, caso ainda não tenha o sinal digital da Globo Minas, acesse o site www.dtv.org.br.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota19.10

 

Os Correios começaram a distribuição de mais de 1,6 milhão de kits gratuitos com antena e conversor digital para os moradores de São Paulo e região metropolitana. A operação, que vai até fevereiro de 2017 na região, beneficiará as famílias cadastradas nos programas sociais do Governo Federal.

O kit é necessário para que os televisores antigos continuem recebendo a programação da TV aberta mesmo após o desligamento do sinal analógico, programado para março de 2017. Para recebê-lo, os beneficiários devem ligar no número 147 e agendar a retirada da antena e do conversor em um dos 59 postos de distribuição montados pelos Correios.

Na primeira fase, moradores de doze municípios vão receber o kit. São eles: Embu das Artes, Embu Guaçu, Vargem Grande Paulista, Itapecerica da Serra, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra, Ibiúna, Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato, Cajamar e Mairiporã.

Na segunda fase da operação, junto à capital paulista, os equipamentos serão entregues pelos Correios em mais 26 municípios da região metropolitana.

A estimativa é de que até o fim do processo de desligamento do sinal analógico no País, em 2018, mais de 14 milhões de famílias recebam o kit.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota18.10

 

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, sinalizou a possibilidade de atraso de algumas semanas no desligamento da TV analógica e na transição para a TV digital em Brasília, mas sem ultrapassar, porém, o limite deste ano. De acordo com o cronograma vigente, a transição no Distrito Federal está marcada para 26 de outubro.

A região é a primeira a fazer a transição para o sistema de TV digital depois do teste piloto no município de Rio Verde/GO. A mudança garantirá à população acesso a sinal com mais qualidade de som e imagem, além de ferramentas de conectividade. Além disso, a transição vai liberar a faixa de 700 MHz para as operadoras de telefonia, que buscam a expansão da oferta da telefonia 4G no Brasil por meio dessa faixa.

“Se não acontecer (agora), vai acontecer algumas semanas depois. Está avançando muito, as empresas estão fazendo publicidade, e os consumidores estão se preparando”, afirmou Kassab em entrevista à imprensa durante a 18ª edição da Futurecom, feira do setor de telecomunicações.

Pela determinação legal, ao menos 93% dos domicílios devem estar habilitados para receber o sinal digital, seja por meio dos novos aparelhos de televisão ou da instalação de conversores. O ministro mencionou que as pesquisas indicam que 85% das residências já estão aptas às mudanças. “Falta muito pouco para atingir o mínimo de 93%. Acredito que o prazo será mantido, mas, caso atrase, serão só algumas semanas”, completou.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota17.10

Ao instalar a antena UHF para a captação do sinal digital, algumas televisões podem apresentar problemas na imagem. O motivo pode ser a posição do aparelho. Para ajudar os telespectadores com esse tipo de dúvidas, o site TV Globo Digital mostra para onde a antena deve ser apontada.

Basta acessar o endereço, no www.redeglobo.globo.com/tv-digital, ir até o menu “cobertura digital” e clicar em “confira a cobertura". Depois, é só colocar o CEP da rua, para o site mostrar em um mapa a posição em que a antena deve ser instalada. Outras dúvidas também podem ser esclarecidas por meio da Central de Atendimento ao Telespectador da Globo, no telefone 4002-2844, opção 1 (o custo é de uma ligação local).

O engenheiro da TV Globo, Tiago Cunha, explica que muitos telespectadores deixam de receber o sinal por falta de informação. “Muita gente aponta para o lado errado. Inclusive, têm regiões que todo mundo aponta para o lado errado, e não é a solução. É necessário procurar o melhor apontamento e no site da TV Globo Digital qualquer cidadão encontra essa informação".

Publicado em NOTÍCIAS

Nota12.10

 

A TV Cidade Verde, afiliada do SBT em Teresina/PI, recebeu o aval para instalar repetidoras com sinal digital em quatro municípios do Estado. As autorizações são para as cidades de Batalha (canal 38), Miguel Alves (canal 40), Oeiras (canal 38) e União (canal 46).

Agora, o próximo passo da emissora é encaminhar o projeto técnico para funcionamento em tecnologia digital das retransmissoras e à Agência Nacional de Telecomunicações, no prazo máximo de nove meses antes da data prevista para o desligamento do sinal analógico nas localidades, conforme cronograma definido pelo Ministério das Comunicações.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota11.10

 

A região de Ribeirão Preto está cada vez mais próxima da era digital. Apesar do sinal analógico da TV aberta ser desligado apenas em 27 de setembro de 2017, os moradores já começam a notar as primeiras mudanças em seus televisores.

Neste período de transição, os telespectadores passaram a ver, durante a programação de TV aberta, um alerta com a letra “A”, indicando que a transmissão é analógica. Com a proximidade do prazo para a migração, a letra “A” aparecerá com maior frequência. Dois meses antes do prazo, a indicação permanece fixa na tela. No dia 27 de setembro do próximo ano, o analógico é desligado e dá lugar ao sinal 100% digital.

Junto com Ribeirão Preto, o sinal analógico será desligado em outros 19 municípios da região: Altinópolis, Barrinha, Brodowski, Cravinhos, Jaboticabal, Jardinópolis, Luis Antônio, Morro Agudo, Orlândia, Pitangueiras, Pontal, Sales Oliveira, Santa Cruz da Esperança, Santo Antônio da Alegria, São Simão, Serra Azul, Serrana, Sertãozinho e Taquaral.

Publicado em NOTÍCIAS
Página 6 de 9