Nota27.07 1

 

O fim do sinal analógico no Recife e região metropolitana aconteceu na virada desta quarta (26) para quinta-feira (27). Exatamente às 23h59, as cidades de Abreu e Lima, Araçoiaba, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Ipojuca, Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Olinda, Paulista, Recife e São Lourenço da Mata participaram de mais um capítulo da história da TV brasileira.

Para se despedir, muitos moradores ficaram acordados e acompanharam a transição. Entre eles, está o casal de aposentados, Paulo e Célia, declaradamente apaixonados por televisão. Ambos fizeram questão de acompanhar a programação nos dois aparelhos de TV: a antiga, ainda precisava de lã de aço na antena para conseguir melhorar a imagem; e na nova, bem moderna, que deixava clara a diferença da nova era.

O marco foi equiparado a outra grande mudança na história da TV: “Eu até comparo, na minha lembrança, o momento do surgmento da TV colorida. Foi uma mudança impactante”, revela Paulo.

Na TV Jornal, de Recife, houve uma contagem regressiva para a transição. A TV digital, na opinião da diretora de Jornalismo da emissora, Beatriz Ivo, exige novas competências e traz desafios. “Vamos, agora, discutir o que as novas tecnologias nos permitem, como integração com a internet, interatividade... é uma nova janela que se consolida para que possamos levar o melhor da programação para as pessoas de casa”.

A capital pernambucana é a primeira do Nordeste a receber o sinal digital. Mais de 600 mil kits gratuitos para recepção do sinal de TV digital foram distribuídos aos beneficiários de programas sociais do Governo Federal, restando cerca de 120 mil ainda para serem entregues. Cerca de 92% dos domicílios da Grande Recife estão aptos a receberem o novo sinal, segundo pesquisa aferida pelo Ibope Inteligência.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota27.07

 

O desligamento do sinal analógico de TV será feito às 23h59 desta quarta-feira (26) no Recife e em 14 cidades da região metropolitana. O conjunto de municípios, os primeiros do Nordeste brasileiro a passarem pelo processo, estabeleceram uma marca: atingiram o maior nível de adoção do sinal digital de TV já registrado entre as localidades que passaram pela migração.

Segundo pesquisa do Ibope Inteligência, 92% dos 1,2 milhão de domicílios da região contavam com sinal digital. O instituto fez o levantamento a pedido do Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired). Com isso, a implantação da TV digital em terras pernambucanas atingiu o percentual mínimo de 90% (com margem de erro de três pontos percentuais) para que o sinal de TV analógica seja desligado.

Carolina Duca, gerente de tecnologia da Globo no Recife, diz que o desafio é que mais de 45% das residências eram de pessoas incluídas no Cadastro Único, que inclui participantes de programas sociais como Bolsa Família e e Minha Casa Minha Vida. Elas têm direito a receber gratuitamente um kit, com conversor e antena. “A gente não sabia se elas iriam retirar o kit”. Tanto retiraram, que a Seja Digital distribuiu 530 mil kits no Recife.

Até agora, a região pernambucana foi a que embarcou com maior força na era da TV digital. Em São Paulo e em 38 cidades da região metropolitana, o índice era de 90% quando o sinal analógico foi desligado em março deste ano.

Goiás e Distrito Federal também obtiveram 92% de residências com sinal digital. Só que esse percentual só foi alcançado após o desligamento ter sido adiado uma vez pelo Gired. O grupo por representantes da Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel), das emissoras de TV e de empresas de telecomunicações.

O resultado de Recife não foi alcançado sem esforço. Iniciativas das emissoras ajudaram. A Patrulha Digital, da TV Globo, capacitava alunos do SENAI e de institutos federais para que ensinassem a instalar conversores digitais e configurasses as TVs que já estivessem aptas a receber o sinal digital.

Além disso, Recife sediou alguns feirões para vender televisores e adaptadores para quem não fosse beneficiário de programas sociais do Governo Federal.

 

TV Digital + 4G

Com o desligamento, a programação das emissoras da região de Recife ficará disponível somente no formato digital, que possui mais qualidade de som e imagem.

As transmissões de TV digital no Brasil começaram em 2007. Com o sinal digital, imagem e som possuem maior qualidade. Diferentemente do analógico, não sofre interferências, o que permite às imagens chegarem ao televisor sem chuviscos e “fantasmas”.

As frequências de radiofrequência com o desligamento do sinal analógicos serão usadas para a banda larga 4G.

Após o desligamento, quem sintonizar a TV em algum canal aberto cujo verá na tela uma cartela informativa durante 30 dias.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) estima que, até 2018, 1,3 mil municípios já estejam com o sinal analógico desligado.

A expectativa é de que, em 2023, a TV digital esteja disponível em todos os domicílios do país. Ao todo, R$ 3,6 bilhões serão disponibilizados para tanto – quantia custeada quase que integralmente por empresas de telecomunicações.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota24.07

 

O sinal analógico de TV será desligado em Vitória e outras seis cidades ao seu redor no dia 25 de outubro de 2017. Em Guarapari, também após essa data, todos os canais abertos de televisão vão passar a transmitir a programação exclusivamente pelo sinal digital.

Por conta disso, no último dia 14 de julho, aproximadamente 250 pessoas participaram de uma palestra sobre o Programa de Distribuição de Kits Digitais, realizada no CRAS de Santa Mônica. A palestra teve como objetivo orientar a população sobre a distribuição e instalação do kit digital, composto por conversor e antena digital.

Mais duas palestras serão realizadas no dia 28 de julho, no CRAS de São José e no CRAS de Kubitscheck. Para participar, os usuários cadastrados no CadÚnico dessas regiões devem comparecer com documento de identidade e Número de Identificação Social – NIS nos horários indicados.

 

Palestra Programa de Distribuição de Kits Digitais – Seja Digital

CRAS São José

Dia: 28/07/2017

Horário: 9h

Endereço: Rua São Thomé, s/nº, São José

Telefone: 3362-7855

 

CRAS Kubitschek

Dia 28/07/2017

Horário: 14h

Endereço: Rua Jones dos Santos Neves, nº58, Kubitschek

Telefone: 3262-1579

Publicado em NOTÍCIAS

Nota21.07

 

A TV digital está chegando em Belo Horizonte e outros 38 municípios mineiros. E não é preciso investir muito para conseguir uma boa qualidade de som e imagem. Tem gente que instalou a TV digital até dentro do carro, por exemplo.

O motorista Rodrigo Ferreira já percebeu que TV digital não é apenas som e imagem de qualidade, é modernidade. Enquanto espera os passageiros, ele acompanha a programação dentro do carro, em um aparelho acoplado ao retrovisor. Isso só é possível pelo fato do sinal digital chegar em qualquer lugar. “O som é maravilhoso. É integrado ao som do carro”, diz.

Para usar a nova tecnologia nos televisores, a população precisa apenas de uma antena UHF. Os televisores mais antigos precisam também de um conversor. Foi o caso da dona de casa, Elizabeth Rosa, que instalou o aparelho há cinco meses, e só se arrepende de não ter feito isso antes.

Segundo ela, é fácil perceber a melhoria na qualidade do som e imagem, e diz que está até fazendo propaganda do sinal digital pela vizinhança. “Eu acompanho a programação desde de manhã. Eu levanto para mexer na cozinha e já ligo a TV”, conta.

O sinal analógico de TV será desligado oficialmente em Belo Horizonte e outros 38 municípios do estado mineiro no dia 8 de novembro deste ano.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota19.07

 

O projeto "Tenda Digital", da TV Rio Sul, esteve em Volta Redonda no último 17 de julho, dia em que a cidade completa 63 anos. Técnicos da emissora ficaram na praça Sávio Gama, no bairro Aterrado, para tirar dúvidas da população sobre como sintonizar o canal em alta definição.

Os moradores puderam se informar sobre o desligamento do sinal analógico que, no Sul do Rio de Janeiro, tem previsão para acontecer em novembro de 2018. A ação também teve o intuito de esclarecer as principais dúvidas sobre conversores digitais, antenas internas e externas, buscas de canais e divisores de antenas.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota04.06

 

No dia 27 de setembro deste ano, o sinal analógico será desligado definitivamente em Salvador e região metropolitana, transformando a transmissão da televisão em 100% digital, com imagem de excelência, sem ruídos, chuviscos e o melhor: de graça.

A RecordTV Itapoan, preocupada em levar a informação completa para todos os seus telespectadores sobre como se preparar para essa mudança na transmissão, continua a realizar a ação itinerante nos principais shoppings da cidade.

Desde o dia 20/06, a emissora está com stand no Shopping Piedade, no piso L4, na praça de alimentação, demonstrando na prática como instalar e obter o sinal digital em diferentes aparelhos de televisão.

A ação conta com o apoio de uma equipe técnica que estará durante todo o dia, das 9h às 22h, esclarecendo dúvidas e orientando sobre a forma de obter o sinal digital da RecordTV Itapoan.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota30.06

 

O sinal analógico de televisão será desligado no dia 26 de julho na Grande Recife. Devido a isso, desde o dia 15 de maio, a Seja Digital realiza na capital pernambucana e região metropolitana a entrega dos kits gratuitos – compostos por conversor, antena e controle remoto – para o acesso à TV digital.

Entre os pontos de distribuição estão as agências dos Correios. A localizada na Avenida Guararapes, área central do Recife, recebe diariamente ente 1,5 mil e 2 mil pessoas para retirarem os equipamentos.

A dona de casa, Alessandra Maria da Conceição, comemora a migração do sinal. “Acho ótima essa mudança, porque as imagens são limpas e bonitas. E gostei bastante do treinamento, porque agora já sei como instalar”. O técnico de enfermagem, Lenílson Alves, também só foi elogios. “A imagem melhora muito com o sinal digital e o atendimento aqui está muito rápido”. A mesma opinião tem a dona de casa, Sandra Pereira, que está na expectativa pelo novo sinal, após ter visto toda a qualidade pela primeira vez no treinamento realizado nos Correios. “É ótimo isso, porque o sinal é melhor e não vai ter mais chiado na televisão”.

Para adquirir gratuitamente o kit digital, é necessário ser beneficiário de programas sociais do Governo Federal. As pessoas devem ligar para o número 147 ou acessar o site www.sejadigital.com.br/kit para agendar o atendimento. Foram disponibilizados para a região mais de 600 mil kits. Até o momento, 450 mil já foram agendados e mais de 300 mil retirados.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota28.06

 

A prefeitura de Petrópolis/RJ iniciou o processo de cadastro para a retirada do kit de TV digital, iniciativa que oferece, gratuitamente, antena, conversor digital e controle remoto aos beneficiários de programas sociais do Governo Federal e inscritos no Cadastro Único (Cadúnico). Há 22.197 famílias cadastradas na cidade, atualmente.

A secretária de Assistência Social, Denise Quintella, explica que após a disponibilidade do kit, o usuário receberá uma mensagem de texto pelo celular para realizar a retirada dos equipamentos. “As pessoas também serão avisadas por cartas que indicarão o dia, horário e local de retirada do kit. Como faltam quatro meses para o início da interrupção do sinal, nós queremos garantir que todos os beneficiários do município consigam formalizar a solicitação, para que todos recebam o material a tempo”.

Já a coordenadora do Cadúnico, Denize Militão, ressalta que os aposentados de baixa renda também terão direito ao kit, porém, precisam estar previamente inscritos. Ela também alerta sobre alguns pontos importantes do benefício. “Só é disponibilizado um kit grátis por família. Se a pessoa tiver mais de um televisor de tubo em sua residência, deverá adquirir outro conversor para manter o aparelho em funcionamento”.

Para receber o kit digital é preciso preencher o formulário ou ligar no 147 e informar o número do NIS (Número de Identificação Social). A previsão é que o sinal analógico seja interrompido em Petrópolis no dia 25 de outubro deste ano.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota27.06

 

A campanha de desligamento da TV analógica na Grande Florianópolis foi lançada na última semana pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Associação Catarinense de Rádio e Televisão (Acaert) e Seja Digital.

A partir de 31 de janeiro de 2018, os moradores da capital catarinense, mais São José, Palhoça, Biguaçu e Paulo Lopes, vão ter a transmissão do sinal analógico desligada. Ao todo, 358,2 mil residências devem realizar a conversão para o digital, sendo que 43 mil delas têm direito aos kits digitais (composto por antena, conversor e controle remoto) oferecidos gratuitamente, a partir de outubro deste ano, a beneficiários de programas sociais do Governo Federal.

Antes da mudança definitiva do sinal, três etapas são realizadas: a informação, a compreensão e o alerta. Para disseminar a informação, foi criado o Manual da Comunicação Obrigatória, que todas as emissoras devem seguir para que a população saiba da mudança.

Além da tarja na parte inferior da tela – que já aparece nos televisores com sinal analógico para alertar sobre a mudança –, nos próximos meses os moradores da Grande Florianópolis vão perceber outras ações da campanha na TV aberta. O objetivo é que pelo menos 93% da população usem o sinal digital até 31 de janeiro do próximo ano, para que o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações autorize o desligamento do sinal.

Essa é a primeira etapa de migração do analógico para o digital em Santa Catarina. No dia 5 de dezembro de 2018, será a vez de cidades das regiões de Blumenau, Joinville e Jaraguá do Sul. No restante dos municípios catarinenses, o desligamento está previsto para 31 de dezembro de 2023.

João Evaristo Debiasi, secretário de Comunicação do estado, que representou o governador Raimundo Colombo no evento, afirmou que Santa Catarina está de braços abertos para esse tipo de inovação.

Paulo Tonet Camargo, presidente da Abert, explicou que uma das preocupações com o desligamento do sinal digital era a queda na audiência, que chegou a 25% em outros países, mas isso não tem se mostrado um problema para o Brasil. “Nas cidades que já realizaram a mudança, tivemos aumento na audiência e na cobertura. Isso faz com que a população mais pobre, que muitas vezes tem a TV aberta como única forma de entretenimento, tenha mais acesso e com maior qualidade. Países da América Latina têm se espelhado neste procedimento que estamos realizando”, afirma.

Já André Dias, diretor de Projetos Especiais da Rede Globo e membro do Fórum SBTVD, explica que também serão realizadas ações voluntárias para ajudar a população a instalar o kit digital ou sintonizar os canais. Um dos projetos é a Patrulha Digital que, em parceria com o Senai, capacitou mais de 100 mil alunos voluntários em todo o Brasil para circularem pelas cidades e auxiliarem os moradores, sendo multiplicadores da mudança. “Essa transição é uma mudança completa para as pessoas que até hoje só utilizaram uma TV analógica. Mesmo um aparelho antigo, que funciona com qualidade muito ruim, vai receber o sinal com o conversor”.   

Publicado em NOTÍCIAS

Nota22.06

 

O sinal analógico de TV em Goiânia e outros 28 municípios do estado de Goiás foi oficialmente desligado às 23h59 de ontem (21). A decisão foi tomada pelo Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired), após verificar que 92% dos domicílios da região já contam com sinal digital.

A pesquisa sobre a abrangência do sinal foi feita entre os dias 4 e 15 deste mês pelo Ibope Inteligência. A legislação determina que o percentual mínimo de desligamento do sinal é de 90%, considerando margem de erro de três pontos percentuais para cima ou para baixo.

Inicialmente, a chegada definitiva do sinal digital em Goiânia e municípios do entorno estava prevista para o dia 31 de maio. Porém, precisou ser adiada por não atingir a marca de 90% de digitalização na região.

Segundo a pesquisa, após o fim do sinal analógico, apenas 5% dos domicílios ficarão sem a TV digital na capital e 6% nas demais cidades. Goiânia conta com 505.504 domicílios, enquanto os municípios do entorno somam 465.767 residências.

Os beneficiários do Bolsa Família e de programas sociais do Governo Federal têm direito a receber gratuitamente o kit digital (composto por uma antena, um conversor e um controle remoto), podendo retirá-lo em um prazo de até 45 dias após o desligamento.

 

Cronograma

A cidade de Rio Verde, também em Goiás, foi a primeira em que o sinal analógico foi desligado, em março de 2016, servindo de projeto piloto para a implantação do sistema. Em novembro, foi a vez de Brasília, seguida por São Paulo, em março deste ano. Pelo calendário, o próximo desligamento está marcado para o dia 26 de julho, em Recife e outros 14 municípios.

Até o final deste ano, o sinal analógico de TV também será desligado em outras capitais importantes do País, como Fortaleza/CE, Salvador/BA, Rio de Janeiro/RJ, Vitória/ES e Belo Horizonte/MG.

O interior de São Paulo – regiões de Campinas, Franca, Ribeirão Preto, Santos e Vale do Paraíba – também está no cronograma de 2017, com o desligamento do sinal previsto para o dia 29 de novembro.

Publicado em NOTÍCIAS
Página 2 de 15