Nota19.09

 

Dados divulgados pela entidade Seja Digital apontam que chega a 84% o índice de digitalização das casas na capital do Rio de Janeiro e 64% nos municípios do entorno, que terão desligado o sinal analógico no dia 25 de outubro.

De acordo com o presidente da instituição, Antônio Carlos Martelletto, a capital representa 54% do total de domicílios da região. Em Vitória, no Espírito Santo, o índice de digitalização alcança 85% e, no entorno, 69%.

Na avaliação de Martelletto, os números são "muito bons" e devem crescer rapidamente porque a distribuição de kits aumentou nas últimas semanas. “Tem uma influência muito grande na população de menor renda, que é o público afetado pela distribuição de kits”. 

A pesquisa foi realizada no Rio de Janeiro entre os dias 5 e 21 de agosto, com 2.877 pessoas na capital e em mais 18 cidades do entorno que também terão o sinal analógico desligado: Belford Roxo, Duque de Caxias, Guapimirim, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Magé, Maricá, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Petrópolis, Queimados, São Gonçalo, São João de Meriti, Seropédica e Tanguá.

Em Vitória, a pesquisa foi realizada entre 8 e 21 de agosto e abrangeu 1.078 entrevistados na capital do Espírito Santo e 1.358 no entorno, incluindo Cariacica, Fundão, Guarapari, Serra, Viana e Vila Velha.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota18.09

 

A prefeitura de Limeira e a Seja Digital anunciaram o início da distribuição dos kits digitais gratuitos para a população do município. Os limeirenses cadastrados nos programas sociais do Governo Federal já podem consultar sobre a participação no programa no site sejadigital.com.br/kit ou pelo telefone 147.

É necessário ter o Número de Identificação Social (NIS) em mãos. Caso não esteja na lista, basta preencher o formulário com os dados de contato para que receba a orientação necessária sobre como preparar sua residência para receber o sinal digital de TV. Para receber o kit, o usuário deverá realizar o agendamento da retirada e escolher, inicialmente, entre três pontos de distribuição.

Os kits são compostos por antena digital, conversor e controle remoto. Os materiais são necessários caso o aparelho de televisão da residência for de tubo ou fabricado antes de 2010. Televisores de tela fina fabricados depois de 2010 precisam apenas de uma antena para TV Digital. A partir do dia 29 de novembro, a programação dos canais abertos de televisão será transmitida apenas pelo sinal digital, com imagem e som de cinema.

O prefeito Mario Botion colocou a estrutura do município à disposição para que seja possível atender a todos os beneficiados. Serão distribuídos mais de 30 mil kits. “Estamos sensíveis e atentos a tudo o que pode trazer benefícios para a população, portanto assim que fomos contatados, prontamente recebemos a Seja Digital”, destacou.

A gerente regional da Seja Digital em Campinas, Andreia Marques, realizou uma explicação técnica e destacou que a migração do sinal analógico de TV para o sinal digital representa um grande avanço tecnológico e coloca o Brasil no mesmo patamar de países como Japão, França e Estados Unidos. “Ao ser desligado, o sinal analógico de TV vai liberar a faixa de radiofrequência dos 700 MHz e permitir que as operadoras de telefonia móvel possam ativar a tecnologia 4G, que é mais veloz, tem melhor qualidade, e maior cobertura, inclusive em ambientes fechados.”

O processo de mudança em andamento no Brasil é inspirado na experiência do Reino Unido, com a distribuição de conversores para a população de baixa renda. De acordo com Andreia, esse modelo permite mais tranquilidade e sustentabilidade no momento da transição. Entre os benefícios do sinal digital, a gerente cita, além da qualidade da imagem, a inclusão. “Com todas as residências devidamente adaptadas, haverá mais acesso a recursos como a tradução simultânea da programação para Libras e audiodescrição”, frisou.

Ao final do evento, Botion recebeu um kit como presente da Seja Digital. Ele agradeceu, mas pediu licença para fazer uma doação ao próximo limeirense que fizer o agendamento no site da organização.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota05.09

 

Representantes de 45 prefeituras das regiões de Franca/SP e Ribeirão Preto/SP se reuniram com o presidente da Seja Digital, Antônio Carlos Martelletto, para assinatura coletiva de um termo de cooperação para que a população dessas cidades seja informada sobre o desligamento do sinal analógico de TV, no dia 29 de novembro.

A parceria entre as prefeituras e a Seja Digital prevê a capacitação de servidores municipais para que eles atuem levando informação e orientação sobre o que deve ser feito para que as TVs possam ter acesso ao sinal digital.

Somente em Franca, cerca de 20 mil famílias, todas cadastradas em programas sociais do Governo Federal (Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Pronatec e Carteira do Idoso, entre outros), receberão kits gratuitos compostos por antena digital, conversor e controle remoto.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota14.08

 

A distribuição de kits gratuitos às famílias inscritas em programas sociais do Governo Federal já está acontecendo na capital fluminense e outras 18 cidades do estado. O kit, composto por antena digital e conversor com controle remoto, permitirá que mais de 1,2 milhão de famílias continuem assistindo TV em seus aparelhos antigos após o desligamento do sinal analógico na região, que acontece no dia 25 de outubro.

Os equipamentos são destinados às famílias inscritas em programas de assistência do Governo Federal, como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social de Energia Elétrica, entre outros.

“As famílias beneficiárias devem entrar em contato com a Seja Digital o quanto antes para verificar se têm direito ao kit gratuito e já realizar o agendamento. Com os equipamentos instalados, elas poderão assistir à programação da TV aberta com qualidade de imagem e som de cinema, antes mesmo do desligamento do sinal analógico”, comentou Vivian Bilhim, gerente regional da Seja Digital. 

Para saber se está participando da distribuição, o beneficiário deve ligar para a central telefônica gratuita 147 ou acessar o portal www.sejadigital.com.br/kit com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, basta realizar o agendamento para retirada do kit gratuito, que também deve ser feito no site ou central telefônica.

Cada família beneficiária pode escolher o ponto de retirada mais próximo à sua residência, além da melhor data e horário para buscar os equipamentos. Nos pontos de retirada disponibilizados pela entidade, os beneficiários também recebem orientação técnica sobre a instalação da antena digital e do conversor.

Além do Rio de Janeiro, o sinal analógico de TV será desligado nas seguintes cidades: Itaguaí, Seropédica, Japeri, Queimados, Nova Iguaçu, Mesquita, Nilópolis, Belford Roxo, São João de Meriti, Duque de Caxias, Magé, Guapimirim, Petrópolis, Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Tanguá e Maricá.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota09.08

 

As prefeituras de Campinas/SP e de outras cidades da região assinaram neste dia 7 de agosto um termo de compromisso para a consolidação da TV digital. O processo de substituição está marcado para 29 de novembro e as famílias que estão em situação de vulnerabilidade social receberão aproximadamente 200 mil kits digitais (contendo conversor, antena e controle remoto) para que sejam instalados em equipamentos antigos.

A distribuição será realizada por meio de agendamento pelo telefone 147 ou site. Em Campinas, as famílias também devem ser orientadas por folhetos distribuídos em espaços públicos e as atividades serão apoiadas por funcionários da administração municipal que atuam nas áreas da saúde, educação, assistência social e segurança alimentar.

O termo de compromisso também foi assinado pelos prefeitos de Hortolândia, Itatiba, Monte Mor, Santa Bárbara d'Oeste e Valinhos. Indaiatuba já havia aderido e, segundo a Seja Digital, Paulínia e Sumaré devem fazer as assinaturas nos próximos dias.

Os agendamentos para retirada dos kits, incluindo dia e local, devem começar nas próximas semanas. O único município da região que permanecerá com TV analógica em novembro é Morungaba. “A Região Metropolitana de Campinas vai estar totalmente digital, com exceção de Morungaba, que está ligada a outra rede de TV. Então vai ficar pra um outro momento o desligamento”, destacou o presidente da Seja Digital, Antonio Carlos Martelletto.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota01.08

Cerca de 4 milhões de domicílios na capital fluminense e outras 18 cidades, nas quais incluem Petrópolis e a região metropolitana do Rio de Janeiro, terão o sinal analógico de televisão desligado no dia 25 de outubro. Isso significa que a partir dessa data, todos os canais abertos de TV passam a transmitir suas programações, exclusivamente, por meio do sinal digital.

O presidente da Seja Digital, Antônio Carlos Martelletto, disse que já existe a transmissão simultânea do sinal analógico e digital desde 2008, no Rio de Janeiro, “para que houvesse um período de transição e as famílias fossem se adaptando”.

As 19 cidades fluminenses constituem a segunda região mais populosa a ter o sinal desligado. A primeira foi São Paulo, em março deste ano, totalizando sete milhões de domicílios. Fora da região metropolitana do Rio de Janeiro e Petrópolis, o restante do estado terá o sinal analógico desligado em novembro de 2018.

O programa de distribuição de kits gratuitos para a região do Rio de Janeiro já foi iniciado. Os beneficiários já podem entrar no site da Seja Digital para agendar a retirada dos kits, ou por meio do telefone 147 (ligação gratuita).

Publicado em NOTÍCIAS

Nota27.06

 

A campanha de desligamento da TV analógica na Grande Florianópolis foi lançada na última semana pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Associação Catarinense de Rádio e Televisão (Acaert) e Seja Digital.

A partir de 31 de janeiro de 2018, os moradores da capital catarinense, mais São José, Palhoça, Biguaçu e Paulo Lopes, vão ter a transmissão do sinal analógico desligada. Ao todo, 358,2 mil residências devem realizar a conversão para o digital, sendo que 43 mil delas têm direito aos kits digitais (composto por antena, conversor e controle remoto) oferecidos gratuitamente, a partir de outubro deste ano, a beneficiários de programas sociais do Governo Federal.

Antes da mudança definitiva do sinal, três etapas são realizadas: a informação, a compreensão e o alerta. Para disseminar a informação, foi criado o Manual da Comunicação Obrigatória, que todas as emissoras devem seguir para que a população saiba da mudança.

Além da tarja na parte inferior da tela – que já aparece nos televisores com sinal analógico para alertar sobre a mudança –, nos próximos meses os moradores da Grande Florianópolis vão perceber outras ações da campanha na TV aberta. O objetivo é que pelo menos 93% da população usem o sinal digital até 31 de janeiro do próximo ano, para que o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações autorize o desligamento do sinal.

Essa é a primeira etapa de migração do analógico para o digital em Santa Catarina. No dia 5 de dezembro de 2018, será a vez de cidades das regiões de Blumenau, Joinville e Jaraguá do Sul. No restante dos municípios catarinenses, o desligamento está previsto para 31 de dezembro de 2023.

João Evaristo Debiasi, secretário de Comunicação do estado, que representou o governador Raimundo Colombo no evento, afirmou que Santa Catarina está de braços abertos para esse tipo de inovação.

Paulo Tonet Camargo, presidente da Abert, explicou que uma das preocupações com o desligamento do sinal digital era a queda na audiência, que chegou a 25% em outros países, mas isso não tem se mostrado um problema para o Brasil. “Nas cidades que já realizaram a mudança, tivemos aumento na audiência e na cobertura. Isso faz com que a população mais pobre, que muitas vezes tem a TV aberta como única forma de entretenimento, tenha mais acesso e com maior qualidade. Países da América Latina têm se espelhado neste procedimento que estamos realizando”, afirma.

Já André Dias, diretor de Projetos Especiais da Rede Globo e membro do Fórum SBTVD, explica que também serão realizadas ações voluntárias para ajudar a população a instalar o kit digital ou sintonizar os canais. Um dos projetos é a Patrulha Digital que, em parceria com o Senai, capacitou mais de 100 mil alunos voluntários em todo o Brasil para circularem pelas cidades e auxiliarem os moradores, sendo multiplicadores da mudança. “Essa transição é uma mudança completa para as pessoas que até hoje só utilizaram uma TV analógica. Mesmo um aparelho antigo, que funciona com qualidade muito ruim, vai receber o sinal com o conversor”.   

Publicado em NOTÍCIAS

Nota20.06

 

A Prefeitura de Jaguariúna/SP, por meio da Secretaria de Assistência Social, fechou uma parceria com a Seja Digital para que as famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal sejam beneficiadas gratuitamente com o kit digital de TV, já que em 29 de novembro deste ano o sinal analógico será desligado no município.

“O sinal digital não vai funcionar em aparelhos de televisão de tubo e em TVs de tela plana fabricadas até o ano de 2010. O público alvo são as 3.800 famílias inscritas no Cadastro Único, que vão receber o kit de graça”, explica a secretária de Assistência Social, Andrea Dias Lizun. O kit é composto por uma antena, um conversor digital e um controle remoto.

O desligamento do sinal analógico e substituição pelo sinal digital de TV segue uma agenda pelo Brasil e até 2018 a meta do Governo Federal é que 1.326 cidades e cerca de 128 milhões de pessoas, o equivalente a 62% da população brasileira, tenham migrado para o sinal digital.

Segundo o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis, a distribuição dos kits vai acontecer de maneira organizada e será divulgada por meio dos veículos de comunicação da cidade. “O objetivo da distribuição gratuita é que as famílias não deixem de ter televisão em casa e tenham acesso ao que há de melhor em imagem e som”.

Para receber os kits, as famílias inscritas no Cadastro Único precisam se cadastrar no site www.sejadigital.com.br ou ligar (de graça) para o telefone 147. É necessário informar o CPF, o PIS ou o NIS – número de identificação social atribuído pela Caixa Econômica Federal (CEF) às pessoas que serão beneficiadas por algum projeto social e que ainda não tenham cadastro no PIS.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota30.05

 

Goiânia e mais 28 cidades do estado de Goiás vão ter o sinal analógico de televisão desligado nesta quarta-feira (31). Para não ficar sem assistir à programação, quem ainda não recebe o sinal digital precisa adquirir uma televisão com conversor digital integrado ou um equipamento externo.

O sinal digital representa maior qualidade de imagem e som, e não sofre interferências, ao contrário do analógico. A implementação da nova tecnologia ainda vai elevar a experiência das pessoas com a televisão, por meio de guias de programação e ferramentas de interatividade.

Estão sendo distribuídos gratuitamente, desde 14 de fevereiro, 350 mil kits para famílias receberem o sinal de TV Digital, compostos por uma antena, um conversor do sinal de TV e um controle remoto para ser utilizado em televisões mais antigas ou que não tenham receptor de sinal digital integrado.

Beneficiários de mais de 20 programas sociais do Governo Federal têm direito ao equipamento de graça. Para solicitá-lo, é necessário ligar no telefone 147 ou acessar o site da Seja Digital e informar o CPF ou Número de Identificação Social. Já no comércio, o preço do kit digital custa cerca de R$ 150. A Seja Digital também oferece o serviço de antenista de graça. Para solicitá-lo, é necessário ligar no telefone (62) 9 8320-0994.

 

Cidades que terão o sinal analógico desligado

Ao todo, são 29 municípios goianos que terão o desligamento do sinal analógico no dia 31 de maio: Goiânia, Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Teresópolis de Goiás e Trindade.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota25.05

 

Até o próximo dia 27, equipes da TV Anhanguera e da Seja Digital participam da Jornada da Cidadania, em Goiânia/GO, a fim de tirar dúvidas da população sobre o desligamento do sinal analógico na cidade.

A Jornada da Cidadania acontece no Campus II da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) e oferece outros serviços gratuitos, como vacinação, exames médicos, assistência jurídica, expedição de documentos e atividades culturais.

O grupo também auxilia no agendamento da retirada gratuita do kit digital para os beneficiários de programas sociais do Governo Federal, e fica à disposição para responder perguntas sobre o material e dar dicas de instalação.

O sinal de TV analógico vai ser desligado em Goiânia e outras 28 cidades do estado no próximo dia 31 de maio.

Publicado em NOTÍCIAS
Página 1 de 2