Nota27.06

 

A campanha de desligamento da TV analógica na Grande Florianópolis foi lançada na última semana pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Associação Catarinense de Rádio e Televisão (Acaert) e Seja Digital.

A partir de 31 de janeiro de 2018, os moradores da capital catarinense, mais São José, Palhoça, Biguaçu e Paulo Lopes, vão ter a transmissão do sinal analógico desligada. Ao todo, 358,2 mil residências devem realizar a conversão para o digital, sendo que 43 mil delas têm direito aos kits digitais (composto por antena, conversor e controle remoto) oferecidos gratuitamente, a partir de outubro deste ano, a beneficiários de programas sociais do Governo Federal.

Antes da mudança definitiva do sinal, três etapas são realizadas: a informação, a compreensão e o alerta. Para disseminar a informação, foi criado o Manual da Comunicação Obrigatória, que todas as emissoras devem seguir para que a população saiba da mudança.

Além da tarja na parte inferior da tela – que já aparece nos televisores com sinal analógico para alertar sobre a mudança –, nos próximos meses os moradores da Grande Florianópolis vão perceber outras ações da campanha na TV aberta. O objetivo é que pelo menos 93% da população usem o sinal digital até 31 de janeiro do próximo ano, para que o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações autorize o desligamento do sinal.

Essa é a primeira etapa de migração do analógico para o digital em Santa Catarina. No dia 5 de dezembro de 2018, será a vez de cidades das regiões de Blumenau, Joinville e Jaraguá do Sul. No restante dos municípios catarinenses, o desligamento está previsto para 31 de dezembro de 2023.

João Evaristo Debiasi, secretário de Comunicação do estado, que representou o governador Raimundo Colombo no evento, afirmou que Santa Catarina está de braços abertos para esse tipo de inovação.

Paulo Tonet Camargo, presidente da Abert, explicou que uma das preocupações com o desligamento do sinal digital era a queda na audiência, que chegou a 25% em outros países, mas isso não tem se mostrado um problema para o Brasil. “Nas cidades que já realizaram a mudança, tivemos aumento na audiência e na cobertura. Isso faz com que a população mais pobre, que muitas vezes tem a TV aberta como única forma de entretenimento, tenha mais acesso e com maior qualidade. Países da América Latina têm se espelhado neste procedimento que estamos realizando”, afirma.

Já André Dias, diretor de Projetos Especiais da Rede Globo e membro do Fórum SBTVD, explica que também serão realizadas ações voluntárias para ajudar a população a instalar o kit digital ou sintonizar os canais. Um dos projetos é a Patrulha Digital que, em parceria com o Senai, capacitou mais de 100 mil alunos voluntários em todo o Brasil para circularem pelas cidades e auxiliarem os moradores, sendo multiplicadores da mudança. “Essa transição é uma mudança completa para as pessoas que até hoje só utilizaram uma TV analógica. Mesmo um aparelho antigo, que funciona com qualidade muito ruim, vai receber o sinal com o conversor”.   

Publicado em NOTÍCIAS

Nota20.06

 

A Prefeitura de Jaguariúna/SP, por meio da Secretaria de Assistência Social, fechou uma parceria com a Seja Digital para que as famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal sejam beneficiadas gratuitamente com o kit digital de TV, já que em 29 de novembro deste ano o sinal analógico será desligado no município.

“O sinal digital não vai funcionar em aparelhos de televisão de tubo e em TVs de tela plana fabricadas até o ano de 2010. O público alvo são as 3.800 famílias inscritas no Cadastro Único, que vão receber o kit de graça”, explica a secretária de Assistência Social, Andrea Dias Lizun. O kit é composto por uma antena, um conversor digital e um controle remoto.

O desligamento do sinal analógico e substituição pelo sinal digital de TV segue uma agenda pelo Brasil e até 2018 a meta do Governo Federal é que 1.326 cidades e cerca de 128 milhões de pessoas, o equivalente a 62% da população brasileira, tenham migrado para o sinal digital.

Segundo o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis, a distribuição dos kits vai acontecer de maneira organizada e será divulgada por meio dos veículos de comunicação da cidade. “O objetivo da distribuição gratuita é que as famílias não deixem de ter televisão em casa e tenham acesso ao que há de melhor em imagem e som”.

Para receber os kits, as famílias inscritas no Cadastro Único precisam se cadastrar no site www.sejadigital.com.br ou ligar (de graça) para o telefone 147. É necessário informar o CPF, o PIS ou o NIS – número de identificação social atribuído pela Caixa Econômica Federal (CEF) às pessoas que serão beneficiadas por algum projeto social e que ainda não tenham cadastro no PIS.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota30.05

 

Goiânia e mais 28 cidades do estado de Goiás vão ter o sinal analógico de televisão desligado nesta quarta-feira (31). Para não ficar sem assistir à programação, quem ainda não recebe o sinal digital precisa adquirir uma televisão com conversor digital integrado ou um equipamento externo.

O sinal digital representa maior qualidade de imagem e som, e não sofre interferências, ao contrário do analógico. A implementação da nova tecnologia ainda vai elevar a experiência das pessoas com a televisão, por meio de guias de programação e ferramentas de interatividade.

Estão sendo distribuídos gratuitamente, desde 14 de fevereiro, 350 mil kits para famílias receberem o sinal de TV Digital, compostos por uma antena, um conversor do sinal de TV e um controle remoto para ser utilizado em televisões mais antigas ou que não tenham receptor de sinal digital integrado.

Beneficiários de mais de 20 programas sociais do Governo Federal têm direito ao equipamento de graça. Para solicitá-lo, é necessário ligar no telefone 147 ou acessar o site da Seja Digital e informar o CPF ou Número de Identificação Social. Já no comércio, o preço do kit digital custa cerca de R$ 150. A Seja Digital também oferece o serviço de antenista de graça. Para solicitá-lo, é necessário ligar no telefone (62) 9 8320-0994.

 

Cidades que terão o sinal analógico desligado

Ao todo, são 29 municípios goianos que terão o desligamento do sinal analógico no dia 31 de maio: Goiânia, Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Teresópolis de Goiás e Trindade.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota25.05

 

Até o próximo dia 27, equipes da TV Anhanguera e da Seja Digital participam da Jornada da Cidadania, em Goiânia/GO, a fim de tirar dúvidas da população sobre o desligamento do sinal analógico na cidade.

A Jornada da Cidadania acontece no Campus II da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) e oferece outros serviços gratuitos, como vacinação, exames médicos, assistência jurídica, expedição de documentos e atividades culturais.

O grupo também auxilia no agendamento da retirada gratuita do kit digital para os beneficiários de programas sociais do Governo Federal, e fica à disposição para responder perguntas sobre o material e dar dicas de instalação.

O sinal de TV analógico vai ser desligado em Goiânia e outras 28 cidades do estado no próximo dia 31 de maio.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota19.05

 

A Seja Digital e a ONG Programando o Futuro realizam até o dia 21 de maio, a Caravana da Instalação da TV Digital nas cidades de Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia. O objetivo é orientar a população sobre a instalação do kit, composto por conversor e antena digital.

O ônibus da Caravana da TV Digital, adaptado para ser uma sala de aula, percorre os bairros com a oficina Sintonize-se, que orienta a comunidade a fazer a busca de canais de TV. Além disso, 15 voluntários percorrem as ruas dos bairros auxiliando as pessoas e tirando dúvidas sobre o processo do desligamento do sinal analógico de TV, que acontece no dia 31 de maio, na capital e outros 28 municípios da região metropolitana.

“Muitas pessoas retiram seus kits e não instalam. Estamos promovendo essa ação para ajudar a população nesta reta final. Na Caravana da Instalação será possível tirar as dúvidas sobre o processo de instalação do kit e, com ajuda de voluntários, vamos percorrer as ruas dos bairros e instalar os kits de quem ainda não conseguiu”, comenta o gerente Regional da Seja Digital, Rommel Sena.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota18.05

 

A aglomeração de pessoas foi grande na manhã desta quarta-feira (17), à frente da Agência Central dos Correios, em Recife. O local, desde o dia 15, funciona como ponto de distribuição gratuita dos kits digitais, que contêm antena, conversor e controle remoto para beneficiários de programas sociais do Governo Federal. A instalação dos aparelhos é necessária, pois o sinal analógico será desativado na Região Metropolitana da capital pernambucana no dia 26 de julho.

Apesar da movimentação intensa, o atendimento ocorreu de forma tranquila e as filas não demoraram a ser dispersadas. E como o agendamento está sendo realizado pelo telefone 147 ou por meio do site www.sejadigital.com.br, não há necessidade de chegar com muita antecedência ao ponto de retirada. Foi o que fez Ruth Rêgo Barros, de 57 anos. Moradora do Ibura, ela foi atendida rapidamente. “A organização está de parabéns. Foi tudo muito tranquilo”, disse. Já Alessandra Gomes Dantas, da Guabiraba, chegou com seu bebê de colo às 8h30, por medo de tumultos, mesmo com previsão de ser atendida apenas às 10h30. “Era melhor chegar cedo porque era muita gente agendada no mesmo horário. Mas não me arrependi”.

O presidente da Seja Digital, Antonio Carlos Martelletto, afirma que serão distribuídos aproximadamente 600 mil kits até julho. “Todo o aparato foi montado para que as pessoas fossem atendidas sem ter que passar por filas. Então, quem chega antes tem que aguardar, já que o volume de atendimentos por dia vai ser grande. A única coisa importante é que o agendamento seja feito antes de buscar atendimento em um ponto de retirada”, frisou.

A distribuição dos kits digitais permanece e será feita em diversos pontos da Região Metropolitana de Recife e, por ora, no centro do Recife, em Ipojuca, Abreu e Lima, Porto de Galinhas e Araçoiaba.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota11.05

 

A Seja Digital e o SESI realizam nos dias 11, 12 e 13 de maio, a partir das 18h, algumas encenações em três feiras livres de Goiânia para mostrar ao público o que acontecerá quando o sinal analógico de TV for desligado, no dia 31 de maio.

A diretora de teatro, Renata Caetano, conta que a personagem Dona Maria percorrerá as feiras convidando a população para assistir TV com ela. O palco será o Caminhão da Cultura, oferecido pelo SESI. Os atores também farão intervenções inspiradas em programas conhecidos de diferentes canais televisivos.

A surpresa está justamente no momento em que desligamento do sinal analógico ocorre. “O objetivo da ação é conscientizar a população do que realmente vai acontecer com quem não se preparar para o sinal digital de TV”, afirma Rommel Sena, gerente Regional da Seja Digital em Goiânia.

No dia 11, o teatro acontece na Feira Novo Mundo (Rua Maldonado, Qds. 229 a 231); no dia 12, na Feira Jardim Guanabara (Avenida GB-5, entre GB-7 e GB-3); e finaliza, no dia 13, na Feira Bairro Goiá (Avenida Felipe Camarão, entre as Qds. 16 e 53).

Publicado em NOTÍCIAS

Nota09.05

 

Faltando pouco mais de 20 dias para o desligamento do sinal analógico de TV em Goiânia e outros 28 municípios da região, a Seja Digital realizou a Caravana da TV Digital, no último final de semana, para orientar a população da capital e das cidades de Anápolis e Trindade.

No dia 6, a caravana esteve no Jardim Floresta, em Trindade, das 8h às 12h. O ônibus adaptado serviu de sala de aula, onde os moradores puderam tirar dúvidas sobre o processo. No mesmo dia, das 16h30 às 20h30, a ação foi realizada na Vila Nossa Senhora D’Abadia, em Anápolis.

Já no dia 7, a caravana estacionou no Bairro Floresta, em Goiânia, das 8h às 12h. Na ocasião, as famílias inscritas nos programas sociais do Governo Federal puderam fazer o agendamento para a retirada dos kits de TV digital gratuitos.

Entre as atividades promovidas em todos os locais pela Caravana da TV Digital, destaque para a oficina Sintonize-se, que orientou a comunidade a fazer a busca de canais de TV, bem como instalar o conversor e a antena digital.

 

Sobre o desligamento

O desligamento do sinal analógico está previsto para acontecer no próximo dia 31 de maio em Goiânia e nas cidades de Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Teresópolis de Goiás e Trindade.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota03.05

 

Desde 2015, dois milhões de kits digitais – compostos por uma antena digital e conversor – foram distribuídos gratuitamente para famílias inscritas em programas sociais do Governo Federal. A ação tem como objetivo permitir o acesso da população de baixa renda ao sinal digital.

No primeiro ano foram distribuídos cerca de 16 mil kits em Rio Verde/GO, a primeira cidade a ter o sinal de TV 100% digital. Em 2016, 340 mil famílias da região do Distrito Federal (Brasília e nove cidades do entorno) receberam os kits gratuitos. Na região metropolitana de São Paulo, que teve o sinal analógico de TV desligado em 29 de março, mais de 1,5 milhão de equipamentos já chegaram à população. Agora, em Goiânia, já foram contabilizadas a retirada de 190 mil kits.

O diretor geral da Seja Digital, Antonio Martelletto, diz que esse número deve setuplicar ao final do próximo ano. “Até dezembro de 2018, cerca de 14 milhões de famílias de mais de 1.300 cidades do Brasil terão recebido seus equipamentos”.

No site www.sejadigital.com.br é possível saber a data do desligamento do sinal analógico de TV em todas as cidades e verificar quem tem direito ao kit gratuito. Se o nome estiver na lista, será necessário preencher um formulário com os dados de contato, para receber, em primeira mão, informações a respeito da abertura do agendamento.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota05.04

 

O desligamento do sinal analógico de TV em Belo Horizonte e outras 38 cidades da Região Metropolitana está previsto para o dia 27 de julho de 2017, e não é cogitada a possibilidade de adiamento.

Por isso, a Associação Mineira de Rádio e Televisão (AMIRT), juntamente com a Associação de Emissoras de Rádio e TV (ABERT), a Seja Digital e o Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão de Minas Gerais (SERTMG) lançam na prefeitura da capital mineira, neste dia 6 de abril, uma campanha de desligamento do sinal de TV analógico. Participam da cerimônia o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, e os presidentes da AMIRT, Mayrinck Júnior; da ABERT, Paulo Tonet; e do SERTMG, Francisco Bessa.

A TV digital já está disponível em Belo Horizonte e na grande maioria das demais cidades que fazem parte dessa primeira fase do desligamento. O sinal possui alta qualidade no som e imagem perfeita, sem interferências, fantasmas, chuviscos ou ruídos, tão presentes no sinal analógico que muita gente até já se acostumou.

 

Quem assiste TV aberta deve ficar atento

A partir do dia 12 de maio de 2017, quem assiste à TV aberta com sinal analógico vai perceber uma mudança. Trata-se da intensificação da campanha de comunicação para o desligamento do sinal, que segue cronograma definido pelo Governo Federal e Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Os moradores dessas cidades que ainda recebem o sinal analógico enxergam um “A” no canto superior da tela da TV. Isso é um alerta sobre o aparelho, que ainda não tem sinal digital e precisa ser trocado.

É possível sintonizar a TV digital em qualquer tipo de aparelho. Para um bom sinal, é preciso instalar um conversor e uma antena externa, e fazer a busca de canais para assistir à programação digital. Já as TVs de tela fina, mais modernas e fabricadas após 2012, já têm o conversor integrado. Nessas, basta conectar a antena externa na TV e sintonizar os canais digitais por meio de uma busca automática.

As emissoras de TV analógicas também devem estar atentas às inserções com as informações sobre o desligamento do sinal analógico, previstas na Portaria 378/2016 do MCTIC. Já estão sendo veiculados alertas, tarjas e cartelas durante a programação.

 

Kit digital

O Governo Federal vai distribuir, gratuitamente, 422 mil kits para famílias de baixa renda cadastradas em algum programa social (Luz para Todos, Minha Casa Minha Vida, Pronatec e Bolsa Família), contendo conversor, antena, cabos e conectores.

Para saber quem pode participar desses programas e ter direito a receber o kit gratuitamente, basta ligar para o número 147 ou acessar www.sejadigital.com.br.

Publicado em NOTÍCIAS
Página 1 de 2