Nota18.09

 

A prefeitura de Limeira e a Seja Digital anunciaram o início da distribuição dos kits digitais gratuitos para a população do município. Os limeirenses cadastrados nos programas sociais do Governo Federal já podem consultar sobre a participação no programa no site sejadigital.com.br/kit ou pelo telefone 147.

É necessário ter o Número de Identificação Social (NIS) em mãos. Caso não esteja na lista, basta preencher o formulário com os dados de contato para que receba a orientação necessária sobre como preparar sua residência para receber o sinal digital de TV. Para receber o kit, o usuário deverá realizar o agendamento da retirada e escolher, inicialmente, entre três pontos de distribuição.

Os kits são compostos por antena digital, conversor e controle remoto. Os materiais são necessários caso o aparelho de televisão da residência for de tubo ou fabricado antes de 2010. Televisores de tela fina fabricados depois de 2010 precisam apenas de uma antena para TV Digital. A partir do dia 29 de novembro, a programação dos canais abertos de televisão será transmitida apenas pelo sinal digital, com imagem e som de cinema.

O prefeito Mario Botion colocou a estrutura do município à disposição para que seja possível atender a todos os beneficiados. Serão distribuídos mais de 30 mil kits. “Estamos sensíveis e atentos a tudo o que pode trazer benefícios para a população, portanto assim que fomos contatados, prontamente recebemos a Seja Digital”, destacou.

A gerente regional da Seja Digital em Campinas, Andreia Marques, realizou uma explicação técnica e destacou que a migração do sinal analógico de TV para o sinal digital representa um grande avanço tecnológico e coloca o Brasil no mesmo patamar de países como Japão, França e Estados Unidos. “Ao ser desligado, o sinal analógico de TV vai liberar a faixa de radiofrequência dos 700 MHz e permitir que as operadoras de telefonia móvel possam ativar a tecnologia 4G, que é mais veloz, tem melhor qualidade, e maior cobertura, inclusive em ambientes fechados.”

O processo de mudança em andamento no Brasil é inspirado na experiência do Reino Unido, com a distribuição de conversores para a população de baixa renda. De acordo com Andreia, esse modelo permite mais tranquilidade e sustentabilidade no momento da transição. Entre os benefícios do sinal digital, a gerente cita, além da qualidade da imagem, a inclusão. “Com todas as residências devidamente adaptadas, haverá mais acesso a recursos como a tradução simultânea da programação para Libras e audiodescrição”, frisou.

Ao final do evento, Botion recebeu um kit como presente da Seja Digital. Ele agradeceu, mas pediu licença para fazer uma doação ao próximo limeirense que fizer o agendamento no site da organização.

Publicado em NOTÍCIAS