Nota20.04

 

O sinal de TV digital aberta alcança 95% dos domicílios na região metropolitana de São Paulo, segundo estudo realizado pelo Ibope entre 31 de março e 10 de abril — após o desligamento do sinal analógico, em 29 de março.

O patamar mínimo para permitir o desligamento era de 90%, considerada uma margem de erro de três pontos percentuais. O Ibope realizou 1.072 entrevistas em São Paulo e 1.652 nos 38 municípios vizinhos. A região soma 7,2 milhões de domicílios, sendo 4,2 milhões na capital e 3 milhões no entorno.

Os kits, compostos por uma antena, um conversor do sinal analógico para o sistema digital e um controle remoto, continuam a ser distribuídos por até 45 dias após o término do sinal analógico na capital paulista.

A próxima região a ter o sinal analógico desligado será Goiânia/GO e mais 28 municípios no seu entorno, em 31 de maio. Nas cidades goianas, mais de 280 mil kits devem ser distribuídos gratuitamente para as famílias inscritas em programas sociais do Governo Federal. 

Publicado em NOTÍCIAS

Nota01.02

 

Levantamento realizado pelo Ibope Inteligência na capital paulista e Grande São Paulo mostra que 96% dos pesquisados já ouviram falar em sinal analógico, e 88% têm conhecimento de que será desligado dentro de 60 dias – em 29 de março.

O resultado da pesquisa torna mais difícil adiar o desligamento. Pelo critério mais rigoroso de avaliação estipulado pelos difusores, esse índice deveria ser de no mínimo 81%. Já pelo critério defendido por operadoras, a porcentagem deveria ser igual ou superior a 83%.

Na Grande São Paulo, o índice de conhecimento é bem mais satisfatório em relação ao apresentado em Brasília, no período que antecedeu o desligamento: abaixo de 80%. Segundo fontes ouvidas pela coluna, com esses números não há como argumentar pelo adiamento do desligamento na região paulista.

A pesquisa mostra que as classes mais pobres (C, D e E) se prepararam para não ficar sem a TV aberta em tempos de crise. No entanto, ainda há uma faixa mais pobre da população que ainda não recebeu equipamentos para a conversão do sinal.

Se o cronograma se confirmar, São Paulo e outras cerca de 30 cidades da região vão encerrar definitivamente o sinal analógico em 29 de março.

Os dados da pesquisa devem ser apresentados em São Paulo ainda nesta semana. Eles mostram ainda que 58% dos entrevistados (em São Paulo) acreditam que realmente o sinal analógico será desligado na data prevista.

Publicado em NOTÍCIAS