Nota22.06

 

O sinal analógico de TV em Goiânia e outros 28 municípios do estado de Goiás foi oficialmente desligado às 23h59 de ontem (21). A decisão foi tomada pelo Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired), após verificar que 92% dos domicílios da região já contam com sinal digital.

A pesquisa sobre a abrangência do sinal foi feita entre os dias 4 e 15 deste mês pelo Ibope Inteligência. A legislação determina que o percentual mínimo de desligamento do sinal é de 90%, considerando margem de erro de três pontos percentuais para cima ou para baixo.

Inicialmente, a chegada definitiva do sinal digital em Goiânia e municípios do entorno estava prevista para o dia 31 de maio. Porém, precisou ser adiada por não atingir a marca de 90% de digitalização na região.

Segundo a pesquisa, após o fim do sinal analógico, apenas 5% dos domicílios ficarão sem a TV digital na capital e 6% nas demais cidades. Goiânia conta com 505.504 domicílios, enquanto os municípios do entorno somam 465.767 residências.

Os beneficiários do Bolsa Família e de programas sociais do Governo Federal têm direito a receber gratuitamente o kit digital (composto por uma antena, um conversor e um controle remoto), podendo retirá-lo em um prazo de até 45 dias após o desligamento.

 

Cronograma

A cidade de Rio Verde, também em Goiás, foi a primeira em que o sinal analógico foi desligado, em março de 2016, servindo de projeto piloto para a implantação do sistema. Em novembro, foi a vez de Brasília, seguida por São Paulo, em março deste ano. Pelo calendário, o próximo desligamento está marcado para o dia 26 de julho, em Recife e outros 14 municípios.

Até o final deste ano, o sinal analógico de TV também será desligado em outras capitais importantes do País, como Fortaleza/CE, Salvador/BA, Rio de Janeiro/RJ, Vitória/ES e Belo Horizonte/MG.

O interior de São Paulo – regiões de Campinas, Franca, Ribeirão Preto, Santos e Vale do Paraíba – também está no cronograma de 2017, com o desligamento do sinal previsto para o dia 29 de novembro.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota31.05

 

O processo de desligamento analógico dos canais de TV aberta em Goiânia e outras 28 cidades do estado de Goiás começa hoje (31) e permanece aberto até 21 junho. O anúncio da extensão do prazo foi feito pelo presidente do Grupo de Implantação do Processo de Distribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired) e da Anatel, Juarez Quadros.

Assim, as emissoras de TV aberta podem, dentro deste prazo, decidir o melhor momento para o término de suas transmissões analógicas. Segundo Quadros, a decisão de flexibilizar o prazo foi motivada por não ter sido atingida a marca de 90% de digitalização, necessária para o término do sinal analógico, no 1,3 milhão de domicílios envolvidos. A digitalização, de acordo com pesquisa Ibope realizada durante a semana do dia 20 de maio, atingiu 88% dos domicílios.

Uma nova pesquisa Ibope deve ser realizada no dia 14 de junho para identificar o novo nível de digitalização da região. Segundo o presidente do Gired, “a nova pesquisa certamente vai comprovar que os 90% estarão atendidos”. Para Quadros, a manutenção do término das transmissões de TV aberta analógica prestigia o telespectador goiano que acreditou na TV digital e investiu para ter a recepção adequada.

Sobre os kits de TV Digital distribuídos gratuitamente às famílias cadastradas nos programas sociais do Governo Federal, o diretor da EAD (Entidade Administradora da Digitalização), Antônio Carlos Martelleto, informou que já foram entregues mais de 330 mil unidades na região, uma média de 30 mil kits por semana.

As demais cidades atingidas são: Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goiânia, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis de Goiás e Trindade.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota30.05

 

Goiânia e mais 28 cidades do estado de Goiás vão ter o sinal analógico de televisão desligado nesta quarta-feira (31). Para não ficar sem assistir à programação, quem ainda não recebe o sinal digital precisa adquirir uma televisão com conversor digital integrado ou um equipamento externo.

O sinal digital representa maior qualidade de imagem e som, e não sofre interferências, ao contrário do analógico. A implementação da nova tecnologia ainda vai elevar a experiência das pessoas com a televisão, por meio de guias de programação e ferramentas de interatividade.

Estão sendo distribuídos gratuitamente, desde 14 de fevereiro, 350 mil kits para famílias receberem o sinal de TV Digital, compostos por uma antena, um conversor do sinal de TV e um controle remoto para ser utilizado em televisões mais antigas ou que não tenham receptor de sinal digital integrado.

Beneficiários de mais de 20 programas sociais do Governo Federal têm direito ao equipamento de graça. Para solicitá-lo, é necessário ligar no telefone 147 ou acessar o site da Seja Digital e informar o CPF ou Número de Identificação Social. Já no comércio, o preço do kit digital custa cerca de R$ 150. A Seja Digital também oferece o serviço de antenista de graça. Para solicitá-lo, é necessário ligar no telefone (62) 9 8320-0994.

 

Cidades que terão o sinal analógico desligado

Ao todo, são 29 municípios goianos que terão o desligamento do sinal analógico no dia 31 de maio: Goiânia, Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Teresópolis de Goiás e Trindade.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota09.05

 

Faltando pouco mais de 20 dias para o desligamento do sinal analógico de TV em Goiânia e outros 28 municípios da região, a Seja Digital realizou a Caravana da TV Digital, no último final de semana, para orientar a população da capital e das cidades de Anápolis e Trindade.

No dia 6, a caravana esteve no Jardim Floresta, em Trindade, das 8h às 12h. O ônibus adaptado serviu de sala de aula, onde os moradores puderam tirar dúvidas sobre o processo. No mesmo dia, das 16h30 às 20h30, a ação foi realizada na Vila Nossa Senhora D’Abadia, em Anápolis.

Já no dia 7, a caravana estacionou no Bairro Floresta, em Goiânia, das 8h às 12h. Na ocasião, as famílias inscritas nos programas sociais do Governo Federal puderam fazer o agendamento para a retirada dos kits de TV digital gratuitos.

Entre as atividades promovidas em todos os locais pela Caravana da TV Digital, destaque para a oficina Sintonize-se, que orientou a comunidade a fazer a busca de canais de TV, bem como instalar o conversor e a antena digital.

 

Sobre o desligamento

O desligamento do sinal analógico está previsto para acontecer no próximo dia 31 de maio em Goiânia e nas cidades de Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Teresópolis de Goiás e Trindade.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota16.03

 

A cidade de Aparecida de Goiânia será a primeira da região Metropolitana de Goiás a receber a Caravana da TV Digital, ação que leva informações sobre o processo de desligamento do sinal analógico e realiza o agendamento para retirada de kits de TV digital. Os eventos ocorrem neste dia 18, das 8h às 12h, no CEU das Artes, no bairro de Cidade Vera Cruz II; e dia 19, no mesmo horário, no CEU das Artes do Parque Flamboyant.

A ação acontece por meio da Seja Digital, em parceria com a ONG Programando o Futuro, para a realização de ações de educação, cidadania e inclusão digital. Segundo a entidade, o objetivo é levar à comunidade um conjunto de ações para sensibilizar e informar sobre o processo de desligamento do sinal analógico.

Durante os eventos, os moradores entram em um ônibus adaptado – também acessível a pessoas com deficiência – no qual vão ser apresentadas informações sobre o desligamento do sinal analógico, atividades de entretenimento e coleta de lixo eletrônico para descarte de televisores antigos, baterias, pilhas e outros aparelhos eletrônicos fora de uso.

A Caravana da TV Digital conta ainda com a oficina “Sintonize-se”, que visa orientar a comunidade sobre como buscar os canais digitais na TV e instalar o conversor e antena digital. Ainda serão promovidas oficinas de pintura de rosto para crianças e serviços como corte de cabelo e aferição de pressão.

Aparecida de Goiânia e outras 28 cidades, incluindo Goiânia, passam a ter apenas o sinal digital de TV a partir do dia 31 de maio.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota02.01

 

No primeiro semestre de 2017, os televisores da população de dez cidades do interior de Goiás devem começar a transmitir o sinal digital da TBC (Televisão Brasil Central), emissora afiliada à TV Cultura e sintonizada no canal 13 no estado.

Anápolis, Catalão, Formosa, Goiatuba, Jataí, Mineiros, Morrinhos, Santa Helena de Goiás, São Miguel do Araguaia e Uruaçu são os municípios que aguardam o processo licitatório da compra dos equipamentos para receberam a programação em alta definição de imagem e som.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota08.12

 

A mesa diretora da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás inaugurou no dia 1º de dezembro a transmissão definitiva da TV Assembleia em canal aberto, com sinal digital, para a Grande Goiânia. Agora, qualquer cidadão da região pode acessar a programação regular do órgão por meio do canal 61.2.

Para o presidente da Assembleia Legislativa, Helio de Sousa, a abertura do canal vai ao encontro do anseio da população e que a meta da próxima gestão, comandada pelo deputado José Vitti, é fazer o sinal do canal chegar a todo o estado.

O diretor Geral da emissora, Fabiano Gomes, também esteve presente na cerimonia ao lado do diretor Administrativo, Joel Sant’anna, responsável pela interlocução feita junto à Câmara Federal e ao Ministério das Telecomunicações. Para ele, medidas como essa melhoram a imagem da Casa e aumentam a autoestima dos servidores. “A publicação de todos os atos e o acesso à vida funcional dos funcionários deixam claro que esta Casa de Leis acredita na qualidade dos serviços prestados à população. A inauguração da TV aberta coroa este ciclo de transparência”.

A solenidade de lançamento ocorreu na entrada principal da Casa, com a presença ainda do presidente da Agência Brasil Central, Humberto Tannus Júnior, representando o governador Marconi Perillo; o secretário-geral da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Alexandre Azkir; e o gestor da Rede Legislativa Nacional e representante da Associação Brasileira de Rádio e TV Legislativas, Alexandre Franco.

Publicado em NOTÍCIAS