Nota18.07

 

Mais de 520 mil kits digitais serão distribuídos gratuitamente, em Salvador, para as famílias inscritas em programas sociais do Governo Federal, para que não fiquem sem acesso à programação televisiva após o dia 27 de setembro de 2017, data do desligamento do sinal analógico na cidade.

O kit contém uma antena, um conversor e um controle remoto, equipamentos necessários para que as residências da região passem a receber o sinal digital.

Na visão do presidente da Rede Bahia, Antônio Carlos Magalhães Júnior, as classes C e D serão especialmente beneficiadas pela mudança, que coloca a Bahia em um novo patamar de qualidade no sinal. “A diferença em termos de sinal, para essas classes, será ainda mais sentida, já que elas ainda não possuem o sinal digital. Isso deve reforçar o acesso aos conteúdos na televisão e, consequentemente, a audiência”. 

Os cadastros para retirada do kit digital devem ser feitos por meio do site da Seja Digital ou, gratuitamente, pelo número de telefone 147. É importante ter o número do CPF ou NIS (Número de Identificação Social) em mãos durante o atendimento.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota12.07

 

No dia 30 de maio de 2018, o sinal analógico da TV Gazeta será desligado em Maceió e outros 12 municípios da região metropolitana. Por isso, na manhã do último dia 11, uma comissão responsável pela troca do sinal apresentou a novidade aos colaboradores da Organização Arnon de Mello (OAM). De acordo com o gerente de Programação da TV Gazeta, Eduardo Carvalho, a mudança será gradativa.

Em Alagoas, além de Maceió, as cidades de Paripueira, Barra de Santo Antônio, Messias, Rio Largo, Satuba, Santa Luzia do Norte, Coqueiro Seco, Marechal Deodoro, Barra de São Miguel, São Miguel dos Campos, Pilar e Atalaia vão passar pelo processo de desligamento a partir do ano que vem.

Com a mudança do sinal analógico para o digital, o som da televisão ficará sem ruídos e a imagem sem os “chuviscos”. Segundo Carvalho, a diferença entre a qualidade dos sinais é impressionante. “O mais interessante é que mesmo as pessoas que têm os televisores de tubo não precisarão trocar o aparelho, basta instalar o kit digital que é composto pelo conversor, cabo e antena”, informa.

Nos próximos dias, a TV Gazeta vai lançar dois canais de atendimento à população, para poder sanar todas as dúvidas a respeito da mudança. São eles: a Central de Atendimento ao Telespectador (CAT) e o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Para a diretora de Jornalismo da emissora, Maria Goretti, quem ganha com toda esta mudança é o telespectador. “Com certeza, será ainda melhor assistir à TV Gazeta, já que as pessoas receberão nosso sinal com muito mais qualidade de vídeo e áudio”.

Publicado em NOTÍCIAS