Nota09.08

 

As prefeituras de Campinas/SP e de outras cidades da região assinaram neste dia 7 de agosto um termo de compromisso para a consolidação da TV digital. O processo de substituição está marcado para 29 de novembro e as famílias que estão em situação de vulnerabilidade social receberão aproximadamente 200 mil kits digitais (contendo conversor, antena e controle remoto) para que sejam instalados em equipamentos antigos.

A distribuição será realizada por meio de agendamento pelo telefone 147 ou site. Em Campinas, as famílias também devem ser orientadas por folhetos distribuídos em espaços públicos e as atividades serão apoiadas por funcionários da administração municipal que atuam nas áreas da saúde, educação, assistência social e segurança alimentar.

O termo de compromisso também foi assinado pelos prefeitos de Hortolândia, Itatiba, Monte Mor, Santa Bárbara d'Oeste e Valinhos. Indaiatuba já havia aderido e, segundo a Seja Digital, Paulínia e Sumaré devem fazer as assinaturas nos próximos dias.

Os agendamentos para retirada dos kits, incluindo dia e local, devem começar nas próximas semanas. O único município da região que permanecerá com TV analógica em novembro é Morungaba. “A Região Metropolitana de Campinas vai estar totalmente digital, com exceção de Morungaba, que está ligada a outra rede de TV. Então vai ficar pra um outro momento o desligamento”, destacou o presidente da Seja Digital, Antonio Carlos Martelletto.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota27.07 1

 

O fim do sinal analógico no Recife e região metropolitana aconteceu na virada desta quarta (26) para quinta-feira (27). Exatamente às 23h59, as cidades de Abreu e Lima, Araçoiaba, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Ipojuca, Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Olinda, Paulista, Recife e São Lourenço da Mata participaram de mais um capítulo da história da TV brasileira.

Para se despedir, muitos moradores ficaram acordados e acompanharam a transição. Entre eles, está o casal de aposentados, Paulo e Célia, declaradamente apaixonados por televisão. Ambos fizeram questão de acompanhar a programação nos dois aparelhos de TV: a antiga, ainda precisava de lã de aço na antena para conseguir melhorar a imagem; e na nova, bem moderna, que deixava clara a diferença da nova era.

O marco foi equiparado a outra grande mudança na história da TV: “Eu até comparo, na minha lembrança, o momento do surgmento da TV colorida. Foi uma mudança impactante”, revela Paulo.

Na TV Jornal, de Recife, houve uma contagem regressiva para a transição. A TV digital, na opinião da diretora de Jornalismo da emissora, Beatriz Ivo, exige novas competências e traz desafios. “Vamos, agora, discutir o que as novas tecnologias nos permitem, como integração com a internet, interatividade... é uma nova janela que se consolida para que possamos levar o melhor da programação para as pessoas de casa”.

A capital pernambucana é a primeira do Nordeste a receber o sinal digital. Mais de 600 mil kits gratuitos para recepção do sinal de TV digital foram distribuídos aos beneficiários de programas sociais do Governo Federal, restando cerca de 120 mil ainda para serem entregues. Cerca de 92% dos domicílios da Grande Recife estão aptos a receberem o novo sinal, segundo pesquisa aferida pelo Ibope Inteligência.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota21.07

 

A TV digital está chegando em Belo Horizonte e outros 38 municípios mineiros. E não é preciso investir muito para conseguir uma boa qualidade de som e imagem. Tem gente que instalou a TV digital até dentro do carro, por exemplo.

O motorista Rodrigo Ferreira já percebeu que TV digital não é apenas som e imagem de qualidade, é modernidade. Enquanto espera os passageiros, ele acompanha a programação dentro do carro, em um aparelho acoplado ao retrovisor. Isso só é possível pelo fato do sinal digital chegar em qualquer lugar. “O som é maravilhoso. É integrado ao som do carro”, diz.

Para usar a nova tecnologia nos televisores, a população precisa apenas de uma antena UHF. Os televisores mais antigos precisam também de um conversor. Foi o caso da dona de casa, Elizabeth Rosa, que instalou o aparelho há cinco meses, e só se arrepende de não ter feito isso antes.

Segundo ela, é fácil perceber a melhoria na qualidade do som e imagem, e diz que está até fazendo propaganda do sinal digital pela vizinhança. “Eu acompanho a programação desde de manhã. Eu levanto para mexer na cozinha e já ligo a TV”, conta.

O sinal analógico de TV será desligado oficialmente em Belo Horizonte e outros 38 municípios do estado mineiro no dia 8 de novembro deste ano.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota12.07

 

No dia 30 de maio de 2018, o sinal analógico da TV Gazeta será desligado em Maceió e outros 12 municípios da região metropolitana. Por isso, na manhã do último dia 11, uma comissão responsável pela troca do sinal apresentou a novidade aos colaboradores da Organização Arnon de Mello (OAM). De acordo com o gerente de Programação da TV Gazeta, Eduardo Carvalho, a mudança será gradativa.

Em Alagoas, além de Maceió, as cidades de Paripueira, Barra de Santo Antônio, Messias, Rio Largo, Satuba, Santa Luzia do Norte, Coqueiro Seco, Marechal Deodoro, Barra de São Miguel, São Miguel dos Campos, Pilar e Atalaia vão passar pelo processo de desligamento a partir do ano que vem.

Com a mudança do sinal analógico para o digital, o som da televisão ficará sem ruídos e a imagem sem os “chuviscos”. Segundo Carvalho, a diferença entre a qualidade dos sinais é impressionante. “O mais interessante é que mesmo as pessoas que têm os televisores de tubo não precisarão trocar o aparelho, basta instalar o kit digital que é composto pelo conversor, cabo e antena”, informa.

Nos próximos dias, a TV Gazeta vai lançar dois canais de atendimento à população, para poder sanar todas as dúvidas a respeito da mudança. São eles: a Central de Atendimento ao Telespectador (CAT) e o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Para a diretora de Jornalismo da emissora, Maria Goretti, quem ganha com toda esta mudança é o telespectador. “Com certeza, será ainda melhor assistir à TV Gazeta, já que as pessoas receberão nosso sinal com muito mais qualidade de vídeo e áudio”.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota30.06

 

O sinal analógico de televisão será desligado no dia 26 de julho na Grande Recife. Devido a isso, desde o dia 15 de maio, a Seja Digital realiza na capital pernambucana e região metropolitana a entrega dos kits gratuitos – compostos por conversor, antena e controle remoto – para o acesso à TV digital.

Entre os pontos de distribuição estão as agências dos Correios. A localizada na Avenida Guararapes, área central do Recife, recebe diariamente ente 1,5 mil e 2 mil pessoas para retirarem os equipamentos.

A dona de casa, Alessandra Maria da Conceição, comemora a migração do sinal. “Acho ótima essa mudança, porque as imagens são limpas e bonitas. E gostei bastante do treinamento, porque agora já sei como instalar”. O técnico de enfermagem, Lenílson Alves, também só foi elogios. “A imagem melhora muito com o sinal digital e o atendimento aqui está muito rápido”. A mesma opinião tem a dona de casa, Sandra Pereira, que está na expectativa pelo novo sinal, após ter visto toda a qualidade pela primeira vez no treinamento realizado nos Correios. “É ótimo isso, porque o sinal é melhor e não vai ter mais chiado na televisão”.

Para adquirir gratuitamente o kit digital, é necessário ser beneficiário de programas sociais do Governo Federal. As pessoas devem ligar para o número 147 ou acessar o site www.sejadigital.com.br/kit para agendar o atendimento. Foram disponibilizados para a região mais de 600 mil kits. Até o momento, 450 mil já foram agendados e mais de 300 mil retirados.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota28.06

 

A prefeitura de Petrópolis/RJ iniciou o processo de cadastro para a retirada do kit de TV digital, iniciativa que oferece, gratuitamente, antena, conversor digital e controle remoto aos beneficiários de programas sociais do Governo Federal e inscritos no Cadastro Único (Cadúnico). Há 22.197 famílias cadastradas na cidade, atualmente.

A secretária de Assistência Social, Denise Quintella, explica que após a disponibilidade do kit, o usuário receberá uma mensagem de texto pelo celular para realizar a retirada dos equipamentos. “As pessoas também serão avisadas por cartas que indicarão o dia, horário e local de retirada do kit. Como faltam quatro meses para o início da interrupção do sinal, nós queremos garantir que todos os beneficiários do município consigam formalizar a solicitação, para que todos recebam o material a tempo”.

Já a coordenadora do Cadúnico, Denize Militão, ressalta que os aposentados de baixa renda também terão direito ao kit, porém, precisam estar previamente inscritos. Ela também alerta sobre alguns pontos importantes do benefício. “Só é disponibilizado um kit grátis por família. Se a pessoa tiver mais de um televisor de tubo em sua residência, deverá adquirir outro conversor para manter o aparelho em funcionamento”.

Para receber o kit digital é preciso preencher o formulário ou ligar no 147 e informar o número do NIS (Número de Identificação Social). A previsão é que o sinal analógico seja interrompido em Petrópolis no dia 25 de outubro deste ano.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota22.06

 

O sinal analógico de TV em Goiânia e outros 28 municípios do estado de Goiás foi oficialmente desligado às 23h59 de ontem (21). A decisão foi tomada pelo Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired), após verificar que 92% dos domicílios da região já contam com sinal digital.

A pesquisa sobre a abrangência do sinal foi feita entre os dias 4 e 15 deste mês pelo Ibope Inteligência. A legislação determina que o percentual mínimo de desligamento do sinal é de 90%, considerando margem de erro de três pontos percentuais para cima ou para baixo.

Inicialmente, a chegada definitiva do sinal digital em Goiânia e municípios do entorno estava prevista para o dia 31 de maio. Porém, precisou ser adiada por não atingir a marca de 90% de digitalização na região.

Segundo a pesquisa, após o fim do sinal analógico, apenas 5% dos domicílios ficarão sem a TV digital na capital e 6% nas demais cidades. Goiânia conta com 505.504 domicílios, enquanto os municípios do entorno somam 465.767 residências.

Os beneficiários do Bolsa Família e de programas sociais do Governo Federal têm direito a receber gratuitamente o kit digital (composto por uma antena, um conversor e um controle remoto), podendo retirá-lo em um prazo de até 45 dias após o desligamento.

 

Cronograma

A cidade de Rio Verde, também em Goiás, foi a primeira em que o sinal analógico foi desligado, em março de 2016, servindo de projeto piloto para a implantação do sistema. Em novembro, foi a vez de Brasília, seguida por São Paulo, em março deste ano. Pelo calendário, o próximo desligamento está marcado para o dia 26 de julho, em Recife e outros 14 municípios.

Até o final deste ano, o sinal analógico de TV também será desligado em outras capitais importantes do País, como Fortaleza/CE, Salvador/BA, Rio de Janeiro/RJ, Vitória/ES e Belo Horizonte/MG.

O interior de São Paulo – regiões de Campinas, Franca, Ribeirão Preto, Santos e Vale do Paraíba – também está no cronograma de 2017, com o desligamento do sinal previsto para o dia 29 de novembro.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota01.06

 

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Gilberto Kassab, disse nesta quarta-feira (31) que o desligamento do sinal analógico de TV em Goiânia será fundamental para melhorar a qualidade da internet móvel na região. Kassab participou de uma solenidade que marcou o início do processo de implantação do sistema de TV digital da capital goiana e outros 28 municípios do estado.

O desligamento da TV analógica vai liberar a faixa de frequência de 700 megahertz (MHz), atualmente usado pelas emissoras de televisão, para a oferta de 4G pelas operadoras de telefonia. “Com a liberação da faixa, a oferta dos serviços de telecomunicações será de mais qualidade para os cidadãos e também para os serviços públicos”, disse o ministro.

A faixa de 700 MHz tem alcance maior do que a frequência em que o serviço 4G é oferecido atualmente pelas operadoras na maior parte do país. A transição do sistema analógico de TV para o sinal digital em Goiás deve ser concluída até o dia 21 de junho. Uma nova pesquisa do Ibope, para verificar o índice de recepção do sinal digital nas residências, deve ser realizada em 14 de junho.

 

Migração de rádios

Durante o evento, também foi realizado um mutirão de migração de 15 rádios AM para a faixa de FM. Kassab assinou os contratos que permitem a mudança de faixa de 13 emissoras goianas e duas do Tocantins.

Além da melhoria do sinal, ao migrar a operação para a faixa FM, as rádios também podem ser sintonizadas em dispositivos móveis, como tablets e smartphones.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota31.05

 

O processo de desligamento analógico dos canais de TV aberta em Goiânia e outras 28 cidades do estado de Goiás começa hoje (31) e permanece aberto até 21 junho. O anúncio da extensão do prazo foi feito pelo presidente do Grupo de Implantação do Processo de Distribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired) e da Anatel, Juarez Quadros.

Assim, as emissoras de TV aberta podem, dentro deste prazo, decidir o melhor momento para o término de suas transmissões analógicas. Segundo Quadros, a decisão de flexibilizar o prazo foi motivada por não ter sido atingida a marca de 90% de digitalização, necessária para o término do sinal analógico, no 1,3 milhão de domicílios envolvidos. A digitalização, de acordo com pesquisa Ibope realizada durante a semana do dia 20 de maio, atingiu 88% dos domicílios.

Uma nova pesquisa Ibope deve ser realizada no dia 14 de junho para identificar o novo nível de digitalização da região. Segundo o presidente do Gired, “a nova pesquisa certamente vai comprovar que os 90% estarão atendidos”. Para Quadros, a manutenção do término das transmissões de TV aberta analógica prestigia o telespectador goiano que acreditou na TV digital e investiu para ter a recepção adequada.

Sobre os kits de TV Digital distribuídos gratuitamente às famílias cadastradas nos programas sociais do Governo Federal, o diretor da EAD (Entidade Administradora da Digitalização), Antônio Carlos Martelleto, informou que já foram entregues mais de 330 mil unidades na região, uma média de 30 mil kits por semana.

As demais cidades atingidas são: Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goiânia, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis de Goiás e Trindade.

Publicado em NOTÍCIAS

Nota13.04

 

Quase 50% das famílias goianas que têm direito ao kit gratuito para assistir à TV com sinal digital ainda não retiraram o equipamento, segundo o presidente da Anatel, Juarez Quadros do Nascimento. O sinal analógico vai ser desligado na capital de Goiás e mais 28 cidades no dia 31 de maio. “Temos 280 mil kits para entregar em Goiânia e nas outras cidades. Quase metade das famílias beneficiadas ainda não buscaram o equipamento”, revelou o presidente.

O kit digital é composto por antena, conversor do sinal de TV e controle remoto para ser utilizado em televisões mais antigas ou que não tenham receptor de sinal digital integrado. Tem direito aos aparelhos a população cadastrada em programas sociais do Governo Federal.

Goiânia será a terceira grande cidade no País em que as TVs passam a transmitir apenas o sinal digital. Para isso, é necessário que pelo menos 93% dos televisores já estejam adaptados à nova tecnologia. É necessário instalar uma antena UHF e, em televisões mais antigas, colocar um conversor de sinal.

Para solicitar o equipamento é necessário acessar o site da Seja Digital e informar o CPF ou Número de Identificação Social.

Publicado em NOTÍCIAS
Página 1 de 3