Sexta, 31 Março 2017 03:44

Paulistanos ainda buscam kit de TV digital após desligamento

Escrito por Fórum SBTVD (Fonte: EBC)

Nota31.03

 

Os paulistanos que ainda não instalaram o kit para receber o sinal digital na televisão se apressaram já no primeiro dia após o desligamento, para adquirir e instalar os conversores e a antena UHF.

Jucineide Pereira Bezerra conta que assistiu televisão na noite de ontem até a meia-noite, quando o sinal foi cortado. A auxiliar de cozinha, de 38 anos, sabia que a mudança ocorreria, mas só conseguiu agendar a retirada do kit de TV Digital na agência dos Correios, no bairro Capão Redondo, para hoje. “A imagem, agora, vai ficar bem melhor do que estava antes. Eu tenho uma televisão de tubo. Sei que apareceram essas [televisões] novas, de plasma, que eu não posso comprar, mas eu ainda prefiro a mais antiga. Enquanto a minha estiver funcionando, estarei com ela”, disse Jucineide.

A população de baixa renda beneficiária de programas sociais do Governo Federal, como Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida, tem direito ao kit distribuído gratuitamente. É possível fazer o agendamento e consultar onde receber o kit pela site www.sejadigital.com.br. Os interessados têm 45 dias para agendar o recebimento.

De acordo com a entidade Seja Digital, foram distribuídos 1,1 milhão de kits na capital e 38 cidades da região Metropolitana de São Paulo. Estão agendadas entregas de 200 mil kits para os próximos dias. No total, foram disponibilizados dois milhões de kits.

A desempregada Janaína Fontes da Silva, 22 anos, moradora do Jardim Ângela, disse que a sua televisão amanheceu sem sinal, com uma mensagem de alerta para que a conversão fosse feita. Pega de surpresa, Maria de Fátima da Silva disse que a sua televisão também ficou sem sinal. A diarista de 52 anos agendou para hoje a retirada do kit para instalar no seu aparelho de TV de tubo.

Teve quem precisou comprar o kit de última hora para não ficar sem televisão. Valdemar Teotônio de Oliveira, 73 anos, aposentado, fez a própria instalação do aparelho de conversão e uma nova antena antes que o sinal analógico fosse cortado.

A confeiteira autônoma Emanuela Santiago Pereira, 34 anos, está satisfeita com a nova imagem na sua televisão. Há cinco dias, ela instalou o conversor digital que ganhou por ser beneficiária do Minha Casa, Minha Vida na televisão de tubo. “A imagem é limpinha. A gente economizou e tem imagem de qualidade agora”, disse.